ESTADO

Porto Maravilha é a menina dos olhos do mercado imobiliário

Um levantamento inédito realizado pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado do Rio de Janeiro (Sinduscon-Rio), em parceria com a Brain, empresa de pesquisa e consultoria em negócios, mostra que 62% das unidades residenciais lançadas no primeiro trimestre de 2024 estão concentradas no Porto Maravilha. Em seguida Tijuca, com 32%; Copacabana, 3%; Leblon e Botafogo, com 2% e 1%, respectivamente.

Eleito um dos bairros mais “cool” do mundo, pela revista Time Out Londres, o Porto Maravilha segue em alta também no ranking das unidades vendidas por bairro no 1T24. A pesquisa aponta o Porto Maravilha na liderança com 55% de participação. Na sequência, Barra da Tijuca, com 23%; Centro, com 7%; Tijuca, 6%; Botafogo, Copacabana, Flamengo e Ipanema com 2%; e Leblon, com 1%.

Os números foram apresentados pelo presidente do Sinduscon-Rio, Claudio Hermolin, durante o Morada Day, encontro para debater o uso da inteligência artificial nas construções, nesta quinta, 23, no Hilton Rio de Janeiro Copacabana.

“O Porto Maravilha, que até bem pouco tempo não tinha representatividade alguma para o segmento, é, hoje, protagonista e maior lançador de imóveis da cidade. Esse vetor, por muito tempo, esteve concentrado na Zona Oeste, sobretudo, Barra da Tijuca, Recreio e Jacarepaguá. O mais interessante é ver como muda o comportamento do mercado imobiliário na cidade do Rio. E o Porto, sem dúvidas, é uma área de grandes oportunidades”, destacou Hermolin.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo