ESTADO

Paes apresenta projeto para reativar Bolsa de Valores do Rio

O Prefeito Eduardo Paes anunciou nas redes sociais o encaminhamento de projeto de lei para criação de “condições” para a criação da Bolsa de Valores do Rio de Janeiro

Paes ilustrou a publicação com imagem criada pelo ChatGPT “que leu o projeto e produziu a foto”, segundo o prefeito (veja abaixo). No mês passado, o chefe do executivo municipal já havia prometido o retorno da bolsa a capital fluminense.

O projeto de lei visa alterar o Código Tributário do Município do Rio de Janeiro, permitindo novas alíquotas. O imposto incidiria sobre serviços prestados “por sociedade que desenvolva atividades de bolsas de valores, mercadorias e futuros”.

A alteração também prevê alíquotas específicas para serviços prestados exclusivamente por pessoas jurídicas autorizadas pelo Banco Central do Brasil “que atuam como contraparte central (CCP) e que operam sistema de liquidação de ativos (SSS)”.

Bolsa de valores do Rio

De acordo com a nota da Prefeitura, que acompanha o documento para a Câmara, o projeto de lei visa a criação de incentivos para desenvolvimento da bolsa de valores. Estariam contemplados também sistemas de negociação, liquidação e custódia.

Dentre as justificativas para o projeto, estão a possibilidade de posicionar o Rio de Janeiro no epicentro do setor financeiro. Além disso, o prefeito menciona o potencial de aumento de arrecadação municipal.

Nos últimos meses têm surgido iniciativas de empresas no sentido de abrir novas bolsas de valores no Brasil, para além da B3. A antiga Bolsa de Valores do Rio de Janeiro (BVRJ) teve as atividades encerradas em 2002, sendo incorporada pela atual B3, sediada em São Paulo.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo