ARQUIBANCADANOTÍCIAS

Fluminense cumpre tabela’ com vitória de 3×2 sobre Alianza na Libertadores

Já classificado para as oitavas em primeiro lugar no Grupo A da Libertadores, o Fluminense entrou com tudo diante de um Alianza Lima ainda com chances de avançar e, num duelo eletrizante, venceu os peruanos por 3 a 2, no Maracanã, finalizando sua chave invicto e com 14 pontos.

O Fluminense agora vira a chave para o Campeonato Brasileiro, que retorna neste fim de semana após a paralisação por conta das enchentes no Rio Grande do Sul. O Tricolor recebe o Juventude, neste sábado (1º), no Maracanã. Será o primeiro jogo do clube gaúcho após mais de um mês.

O Fluminense entrou disperso em campo e levou um gol logo no início do jogo, onde a zaga parou em escanteio do Alianza Lima. Com uma formação com quatro atacantes, o time de Fernando Diniz tinha dificuldades de se encontrar em campo e teve as melhores oportunidades na base do abafa, como na cabeçada de Keno na trave.

O segundo tempo foi eletrizante. Foram três gols nos seis primeiros minutos da etapa final. O Flu empatou, o Alianza voltou a ficar na frente e o Tricolor igualou o placar novamente. A partir do 2 a 2, o Alianza sentiu o nervosismo e os cariocas passaram a pressionar, embalados também pelas mudanças de Diniz que surtiram efeito. O gol salvador aconteceu com o amuleto John Kennedy, já aos 35 minutos.

O Alianza Lima abriu o placar logo aos seis minutos do primeiro tempo, quando o time peruano bateu escanteio da esquerda, Arregui subiu nas costas de Marcelo, que não saiu do chão e viu o adversário cabecear para o fundo do gol.

O Fluminense reagiu aos 18, quando Marcelo bateu escanteio da direta, e Keno cabeceou na trave. No rebote ainda houve um bate-rebate na defesa, mas o Alianza Lima conseguiu afastar.

 O Tricolor empatou logo com um minuto do segundo tempo, quando Marcelo cruzou, Marquinhos chegou chicoteando a bola, o goleiro defendeu, e Keno, no rebote, escorou de cabeça para o fundo do gol.

 Quando o Fluminense ainda comemorava, o Alianza Lima voltou a ficar na frente três minutos depois, quando Serna pegou um rebote de voleio e balançou a rede tricolor.

 O jogo estava frenético e, aos seis, Marcelo tocou para Cano, que fez o pivô e devolveu de maneira açucarada para o lateral esquerdo, que pegou na veia, de primeira e de forma seca, estufando a baliza do Alianza Lima. Golaço!

 A virada do Fluminense veio aos 35 minutos com ele, o herói do título da Libertadores do ano passado: John Kennedy. Ele recebeu uma bela enfiada de Arias e bateu de primeira, de canhota, cruzado, para afundar o gol de Saravia.

FLUMINENSE 3 X 2 ALIANZA LIMA

Local: Maracanã, Rio de Janeiro
Competição: Libertadores (6ª rodada da fase de grupos)
Data e hora: 29 de maio de 2024, às 21h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Esteban Ostojich (URU)
Auxiliares: Nicolas Taran (URU) e Pablo Llarena (URU)
VAR: Leodan Gonzalez (URU)
Cartões amarelos: Felipe Melo, Marcelo, Martinelli, Ganso, John Kennedy (FLU); Arregui (ALI)
Cartões vermelhos: Giuliano Tiberti (auxiliar do Alianza Lima)
Gols: Arregui, aos seis minutos do primeiro tempo (ALI); Keno, com um minuto do segundo tempo (FLU); Serna, aos quatro minutos do segundo tempo (ALI); Marcelo, aos seis minutos do segundo tempo (FLU); John Kennedy ,aos 35 minutos do segundo tempo (FLU)

Fluminense: Fábio, Guga (Marquinhos), Martinelli, Felipe Melo (Marlon) e Marcelo; Alexsander (PH Ganso), Lima e Jhon Arias; John Kennedy, Keno (Douglas Costa) e Germán Cano (Renato Augusto). Técnico: Fernando Diniz.

Alianza Lima: Saravia, Zambrano, Garcés, Zanelatto e Freytes; Arregui (Guzmán), Castillo (Aldair Fuentes) e Cabellos: Lagos (De Santis), Serna e Waterman (Barcos). Técnico: Alejandro Restrepo.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo