ESTADO

Procon-RJ apreende mais de trinta litros de bebidas impróprias na Zona Norte do Rio

O Procon Estadual do Rio de Janeiro (Procon-RJ) apreendeu trinta e um litros de bebidas alcoólicas durante uma fiscalização, nesta quinta-feira (23/05), no Centro de Abastecimento do Estado da Guanabara (CADEG), na Zona Norte do Rio. Os produtos apreendidos, como vodka, gin e whisky, eram, possivelmente, importados de maneira ilegal. Assim, serão encaminhados ofícios aos órgãos competentes para a tomada de providências cabíveis. Quatro estabelecimentos foram autuados.

Durante a ação, os fiscais também encontraram produtos vencidos e problemas estruturais. Os fornecedores possuem o prazo de 15 dias para apresentação de defesa.

De acordo com o Procon-RJ, os produtos que entram no país por meio de descaminho ferem os direitos previstos no Código de Defesa do Consumidor (CDC). Entre elas estão: rótulos em língua estrangeira, que dificultam o entendimento do consumidor; ausência de registro no Ministério da Agricultura e Pecuária (MAPA), órgão que regula o transporte e armazenamento das bebidas, garantindo que elas permaneçam com as características indicadas pelo fabricante e esperadas pelo consumidor, além da ausência de recolhimento de impostos junto à Receita Federal.

Segundo o presidente da Autarquia, Cássio Coelho, os agentes foram capacitados previamente para realizarem esse tipo de fiscalização.

– A ausência do registro das bebidas faz com que a qualidade do produto não seja verificada e possa estar comprometida, bem como a saúde do consumidor. Os fiscais do Procon-RJ realizaram um curso para identificação de bebidas contrafeitas, contrabandeadas e provenientes de descaminho com a Associação Brasileira de Bebidas (ABRABE) e realizaram a primeira operação com esse objetivo – explicou Coelho.

Imagem: Divulgação PROCON-RJ​​​​

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo