NOTÍCIAS

Fluminense bate o Cerro e avança às oitavas da Libertadores

O Fluminense está classificado para as oitavas de finais da Libertadores. No Maracanã, com gols de Marcelo e Ganso, o clube carioca derrotou ou Cerro Porteño por 2 a 1 e selou a vaga no mata-mata da competição. O Flu assegurou também o primeiro lugar do grupo A.

Na próxima rodada da Libertadores, o Fluminense irá encarar o Alianza Lima, no Maracanã, no próximo dia 29, às 21h30 (de Brasília). No mesmo dia e horário, o Cerro recebe o Colo-Colo. Os peruanos, os chilenos e os paraguaios têm chances de classificação. 

O Fluminense iniciou bem pressionado os paraguaios. Germán Cano teve duas oportunidades, na primeira parou em Jean e na segunda marcou, mas o lance foi anulado, pela posição irregular do argentino. O gol era questão de tempo e veio aos 14 minutos. Marcelo recebeu pela esquerda, cortou a defesa do Cerro e acertou um belo chute no ângulo do goleiro brasileiro do clube paraguaio.

Os donos da casa tiveram pouco tempo para comemorar. Cinco minutos depois, os visitantes empataram. Alexsander errou a saída de bola, Piris da Motta avançou e serviu Caballero, que deixou tudo igual no Maracanã. Os jogadores do Fluminense pediram uma suposta falta no volante, que foi ignorada pela arbitragem.

O gol mexeu com o Fluminense e o Cerro chegou a virar a partida. Em contra-ataque, Diego Churín apareceu para cabecear para o fundo das redes. Porém, após intervenção do VAR, o lance foi anulado, por conta da posição irregular do argentino. Antes do fim do primeiro tempo, o Tricolor teve uma boa oportunidade, após finalização de Guga, que Cano desviou, obrigando Jean a fazer uma grande defesa.

O Fluminense voltou para o segundo tempo com a mesma formação, tentando pressionar o Cerro. Porém, a equipe tinha dificuldades de criar chances. As jogadas mais perigosas foram em cruzamentos de Guga para Cano, mas o argentino acabou errando nas finalizações. 

Aos 25 minutos, o Fluminense ficou em vantagem numérica. Ganso sofreu falta de Báez e acabou sendo expulso. Dois minutos depois, o camisa 10 apareceu para decidir novamente. Após cruzamento de Guga, o apoiador apareceu para cabecear e fazer o segundo para o Tricolor no Maracanã.

Em vantagem no placar e com um homem a mais, o clube carioca passou a administrar a partida. O Cerro chegou a ser perigoso em alguns momentos, mas nada que ameaçasse a vitória e a classificação tricolor na Libertadores.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 2 X 1 CERRO PORTEÑO

Local: Maracanã (RJ)
Público / Renda: 39.336 pagantes (42.232 presentes) / R$ 1.498.003,20
Arbitragem: Darío Herrera (ARG)
Cartões Amarelos: Martinelli (Fluminense) e Ronaldo de Jesus e Piris da Motta (Cerro Porteño)
Cartões Vermelhos: Báez (Cerro Porteño)
Gols: Marcelo, aos 14, e Viera, aos 18 minutos do primeiro tempo; Ganso, aos 28 do segundo

FLUMINENSE: Fábio; Guga (Felipe Andrade), Antônio Carlos, Martinelli e Marcelo; Alexsander, Lima e Ganso (Renato Augusto); Arias, Keno (Isaac) e Cano (John Kennedy). Técnico: Fernando Diniz.

CERRO PORTEÑO: Jean; Benítez, Báez, Eduardo Brock e Arzamendia; Piris da Motta, Carrascal (Morel) e Viera; Domínguez (Ronaldo de Jesus), Iturbe (Carrizo) e Churín (Portillo). Técnico: Manolo Jiménez.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo