NOTÍCIAS

Ronnie Lessa disse em delação ter sido contratado para matar ex-presidente da Salgueiro

O ex-policial militar Ronnie Lessa, assassino confesso de Marielle Franco, foi contratado pelo bicheiro Bernardo Bello para executar a ex-presidente da escola de samba Acadêmicos do Salgueiro, Regina Celi. A informação consta do relatório da Polícia Federal (PF), que teve seu sigilo levantado neste domingo (24) pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Segundo Lessa, o plano foi organizado durante a campanha de reeleição de Regina, que postulava um terceiro mandato em 2018. O objetivo era assassiná-la no dia 14 de fevereiro daquele ano, dia da apuração do resultado do desfile das escolas do grupo Carnaval Carioca. Atualmente, Bello está foragido da Justiça. À época, ele defendia o candidato de oposição, André Vaz.

Lessa vigiou Celli e Marielle nos dias 1º, 2, 7 e 17 de fevereiro de 2018, segundo o relatório. No entanto, por problemas de logística, as duas acabaram escapando dos planos dele. Marielle, entretanto, foi assassinada em 14 de março daquele ano.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo