NOTÍCIAS

Ronnie Lessa disse em delação ter sido contratado para matar ex-presidente da Salgueiro

O ex-policial militar Ronnie Lessa, assassino confesso de Marielle Franco, foi contratado pelo bicheiro Bernardo Bello para executar a ex-presidente da escola de samba Acadêmicos do Salgueiro, Regina Celi. A informação consta do relatório da Polícia Federal (PF), que teve seu sigilo levantado neste domingo (24) pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Segundo Lessa, o plano foi organizado durante a campanha de reeleição de Regina, que postulava um terceiro mandato em 2018. O objetivo era assassiná-la no dia 14 de fevereiro daquele ano, dia da apuração do resultado do desfile das escolas do grupo Carnaval Carioca. Atualmente, Bello está foragido da Justiça. À época, ele defendia o candidato de oposição, André Vaz.

Lessa vigiou Celli e Marielle nos dias 1º, 2, 7 e 17 de fevereiro de 2018, segundo o relatório. No entanto, por problemas de logística, as duas acabaram escapando dos planos dele. Marielle, entretanto, foi assassinada em 14 de março daquele ano.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo