NOTÍCIAS

Niterói inicia campanha de vacinação contra influenza

Niterói iniciou, nesta segunda-feira (25), a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza. Realizada em etapa única, a ação contempla idosos com 60 anos ou mais, crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade – 5 anos, 11 meses e 29 dias; trabalhadores da saúde; gestantes e puérperas até 45 dias após o parto; e professores do ensino básico e superior. A campanha segue até o dia 31 de maio e será realizada de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, com entrada até às 16h30, nas Policlínicas, Unidades Básicas e Módulos do Médico de Família.

A secretária municipal de Saúde de Niterói, Anamaria Schneider, reforçou a importância da vacinação contra a gripe.

“É importante que as pessoas que fazem parte do público-alvo se protejam dos vírus da influenza. A vacina evita complicações reduzindo o número de internações e óbito em decorrência de infecções causadas pelos vírus”, alertou a secretária.

Quem aproveitou para se imunizar logo no primeiro dia da campanha foi a aposentada Lucimar Corrêa Leal, de 71 anos.

“Eu tomo sempre a vacina contra a gripe e recomendo que todos os idosos se vacinem também. Vale a pena”, recomenda.

Também serão imunizados os povos indígenas; profissionais das Forças de Segurança e Salvamento; profissionais das Forças Armadas; caminhoneiros; pessoas com deficiência permanente; pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais; trabalhadores de transporte coletivo rodoviário para passageiros urbanos e de longo curso; trabalhadores portuários; além de população privada de liberdade e funcionários do sistema de privação de liberdade, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas.

A vacina é contraindicada para crianças menores de seis meses e pessoas com história de anafilaxia grave a doses anteriores. Não há restrição de intervalo de tempo para tomar a vacina contra influenza e qualquer outro imunizante do Calendário Nacional Vacinação, incluindo também a vacina contra Covid-19.

Sobre a doença – A Influenza, comumente conhecida como gripe, é uma doença viral febril, aguda, geralmente benigna e autolimitada. Frequentemente é caracterizada por início abrupto dos sintomas, que são predominantemente sistêmicos, incluindo febre, calafrios, tremores, dor de cabeça, mialgia e anorexia, assim como sintomas respiratórios com tosse seca, dor de garganta e coriza. A infecção geralmente dura uma semana e com os sintomas sistêmicos persistindo por alguns dias, sendo a febre o mais importante.

Os vírus influenza são transmitidos facilmente por aerossóis produzidos por pessoas infectadas ao tossir ou espirrar. Existem três tipos de vírus influenza: A, B e C. A influenza C causa apenas infecções respiratórias brandas, não possui impacto na saúde pública e não está relacionado com epidemias. A influenza A e B são responsáveis por epidemias sazonais, sendo o vírus influenza A responsável pelas grandes pandemias.

Público alvo
• Crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias);
• Trabalhador da Saúde;
• Gestantes;
• Puérperas;
• Professores do ensino básico e superior;
• Povos indígenas;
• Quilombolas;
• Idosos com 60 anos ou mais de idade;  
• Pessoas em Situação de Rua;
• Profissionais das Forças de Segurança e Salvamento;
• Profissionais das Forças Armadas;
• Pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais independentemente da idade;
• Pessoas com deficiência permanente;
• Caminhoneiros;
• Trabalhadores de transporte coletivo rodoviário para passageiros urbanos e de longo curso;
• Trabalhadores Portuários;
• População privada de liberdade e funcionários do sistema de privação de liberdade, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas

Doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais independentemente da idade:

Doença respiratória crônica Asma em uso de corticoide inalatório ou sistêmico (moderada ou grave); doença pulmonar obstrutiva crônica (dpoc); bronquiectasia:
fibrose cística:
doenças intersticiais do pulmão; displasia broncopulmonar;
hipertensão arterial pulmonar;
crianças com doença pulmonar crônica da prematuridade.
Doença cardíaca crônica Doença cardíaca congênita; hipertensão arterial sistêmica com comorbidade; doença cardíaca isquêmica;
insuficiência cardíaca.
Doença renal crônica Doença renal nos estágios 3,4 e 5; síndrome nefrótica;
paciente em diálise.
Doença hepática crônica Atresia biliar; hepatites:
crônicas; cirrose.
Doença neurológica crônica Condições em que a função respiratória pode estar comprometida pela doença neurológica.
Considerar as necessidades clínicas individuais dos pacientes incluindo:
acidente vascular cerebral,
indivíduos com paralisia ce.
Doenças hereditárias e degenerativas do sistema nervoso ou muscular.
Deficiência neurológica grave.
Diabetes Diabetes mellitus tipo I e tipo Il em uso de medicamentos.
Imunossupressão Imunodeficiência congênita ou adquirida, imunossupressão por doenças ou medicamentos
Obesos Obesidade grau III.
Transplantados Órgãos sólidos.
Medula óssea.
Portadores de trissomias Síndrome de Down, síndrome de Klinefelter,
síndrome de Warkany. entre outras trissomias

Locais da vacinação:
Policlínica Sérgio Arouca – Rua Vital Brazil Filho, s/nº – Vital Brazil.
Policlínica Regional Carlos Antônio da Silva – Avenida Jansen de Melo, s/nº – São Lourenço.
Policlínica Regional de Itaipu – Est. Engenho do Mato s/nº – Itaipu.
Policlínica Regional de Piratininga Dom Luís Orione – Rua Dr. Marcolino Gomes Candau, 111– Piratininga.
Policlínica Regional do Fonseca Dr Guilherme Taylor March – Rua Desembargador Lima Castro, 238 – Fonseca.
Policlínica Regional do Largo da Batalha – Rua Ver. Armando Ferreira, 30 – Largo da Batalha.
Policlínica Regional da Engenhoca – Avenida João Brasil, s/nº, Engenhoca.
Policlínica Regional do Barreto Dr. João da Silva Vizella – Rua Luiz Palmier, 726 – Barreto.
Unidades Básicas da Engenhoca, Morro do Estado, Centro e Santa Bárbara
Unidades do Programa Médico de Família da Colônia, Grota I, Ilha da Conceição, Ititioca, Leopoldina, Ponta D’areia, Teixeira de Freitas, Jurujuba, Várzea das Moças, Alarico, Atalaia, Badu, Bernardino, Cafubá I, Cafubá II, Cafubá III, Cantagalo, Caramujo, Coronel Leôncio, Engenho do Mato, Jacaré, Jonathas Botelho, Maceió, Maravista, Marítimos, Martins Torres, Maruí, Matapaca, Boa Vista, Preventório II, Sapê, Souza Soares, Viçoso Jardim, Viradouro, Vital Brazil e Zilda Arns.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo