RÁDIO JN

SINTONIZADA EM VOCÊ

Current track

Título

Artist

NO AR

Ritmo de festa

22:10 23:40

NO AR

Ritmo de festa

22:10 23:40

Background

Nunes Marques muda voto, e Anthony Garotinho volta a ficar elegível

Escrito por   em 02/07/2022

Por entender que o Ministério Público não reuniu provas aptas a formarem, para além de qualquer dúvida razoável, a culpa do acusado, o ministro Nunes Marques mudou o voto e decidiu pela anulação de ação penal contra o ex-vereador de Campos dos Goytacazes Thiago Ferrugem — posição que, por três votos a dois, prevaleceu na 2ª Turma do Supremo Tribunal Federal. A decisão desta sexta-feira (1º/7) beneficia o ex-governador Anthony Garotinho, que, com isso, volta a ficar elegível e pode se candidatar a mais um mandato no comando do estado do Rio de Janeiro.  

O processo anulado investigava a suposta compra de votos nas eleições de 2016 em Campos dos Goytacazes, supostamente liderada por Garotinho, a partir do uso do programa social Cheque Cidadão.

O relator do caso, ministro Ricardo Lewandowski, anulou, em liminar de março, as provas do processo. 

No julgamento de mérito, ele reiterou o voto. O ministro Gilmar Mendes acompanhou o relator. Já o ministro Edson Fachin abriu divergência e votou pela procedência do recurso da PGR. Nunes Marques inicialmente acompanhou a divergência. 

O ministro André Mendonça pediu vista e suspendeu o julgamento. Nesta sexta-feira (1º de julho), Mendonça decidiu votar com Edson Fachin, formando maioria contra o recurso do vereador. 

Em seguida, Nunes Marques mudou seu voto e acompanhou com o relator. O placar de três a dois anula a ação penal. 

“O caso se caracterizou como uma verdadeira guerra híbrida (lawfare) contra Garotinho, os advogados e todos que participaram da defesa. Até o escrevente que lavrou uma ata. E acabou por ofensa a cadeia de custódia. Ao fim o judiciário se engrandece ao reconhecer os abusos e nulidades”, afirmou o advogado Fernando Fernandes, que já defendeu Garotinho. 

Kassio Nunes Marques

O que passa na cabeça do Ministro do STF Kassio Nunes Marques? Não sei, mas deve ser algo muito louco. Se pela manhã desta sexta-feira, 1/7, o ex-governador Anthony Garotinho (União Brasil) era considerado inelegível, tudo mudou a noite quando Kassio mudou seu voto, invertendo o placar, para 3 a 2, favorável a Garotinho, que assim passa a ser apto a concorrer em 2022. A informação foi dada em 1ª mão pelo jornalista Cláudio Magnavita do jornal Correio da Manhã.

É interessante, que o Ministro André Mendonça tinha seguido o voto de Kassio, na divergência aberta pelo ministro Edson Fachin. Nunes Marques recolheu seu voto ainda na sexta e às 20h de sexta inverteu a posição, seguindo a posição dos ministros Lewandowski e Gilmar Mendes. Mas tudo ainda pode mudar até 5/7, quando se encerram as votações.

Agora Garotinho pode ser candidato a governador, como quer, mas não pontuando tão bem como era esperado, o Datafolha desta sexta o coloca com 7% das intenções de votos, empatado tecnicamente com Rodrigo Neves (PDT) que tem 6%. Ou se será o grande puxador de votos do União Brasil, contando com os votos do Norte Fluminense e de uma gama de eleitores que tem pelo estado do Rio.


Iniciar Conversa
Oi, Sejam bem vindo(a) a nossa rádio!
Olááá! Obrigado por ouvir a RÁDIO JN !!!
%d blogueiros gostam disto: