BRASILNOTÍCIAS

PF vai indiciar Bolsonaro nos inquéritos da venda ilegal de joias e dos cartões de vacinas

A Polícia Federal indiciará o ex-presidente Jair Bolsonaro nos inquéritos que investigam a venda ilegal de joias no exterior e a falsificação de cartões de vacina contra a covid-19. 

Ambos os relatórios com o indiciamento do ex-presidente da República foram concluídos nos últimos dias e devem ser entregues ao Supremo Tribunal Federal (STF) nesta quinta-feira (4).

O inquérito está no Supremo e o relator é o ministro Alexandre de Moraes. Para a PF, a venda das joias e de um relógio de luxo aconteceram com a participação efetiva do ex-presidente. 

Os relatórios também serão apresentados à Procuradoria-Geral da União (PGR), que decidirá se aceita ou não o indiciamento de Jair Bolsonaro. 

Além de Jair Bolsonaro, o ex-ajudante de ordens Mauro Cid e o pai dele, Mauro César Lourena Cid, Fábio Wajngarten (ex-chefe da Secretaria de Comunicação do governo) e Frederic Wassef (advogado da família Bolsonaro) também foram indiciados no inquérito das joias. 

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo