ARTE & LAZER

Dia dos namorados: Exposição no MAC promove dinâmica para que casais façam desejos para o futuro

A maior exposição de arte da Coreia do Sul realizada no Brasil é também uma ótima programação para os casais no dia dos namorados. “Luzes da Coreia – Festival de Lanternas de Jinju”, que ocupa o Salão Principal do Museu de Arte Contemporânea – MAC Niterói, convida o público a realizar pedidos em pulseiras, como na tradição do país asiático. Os casais podem participar da dinâmica de prendê-las juntos na entrada do museu, fazendo votos nas coisas que desejam para o futuro da relação.

A exposição promove um mergulho em uma das mais populares tradições culturais coreanas a partir da experiência imersiva com instalações em site especific. As milenares lanternas coloridas de seda dialogam com elementos cenográficos contemporâneos, transportando os visitantes à famosa cidade de Jinju, que desde os anos 1500 sedia um dos mais tradicionais festivais culturais do país. Impactado com o túnel de lanternas no início do percurso da exposição, Bruno Souza pediu a analista de logística Jamile Santiago Pereira em namoro.

“Estamos juntos há quase um ano. A gente começou a se relacionar e foi tudo muito rápido, não deu tempo de realizar essa coisa de formalidade. Então, eu aproveitei que estamos fazendo um programa que ela gosta muito e resolvi fazer o pedido oficial de namoro, para oficializarmos a relação”, contou Bruno Souza.

O percurso da exposição tem dois túneis coloridos formados por 1200 lanternas de seda originais da cidade de Jinju. No final dos túneis, o público encontra uma enorme lua em 3D, além de instalações, fotos e vídeos da cidade e do Festival Jinju Namgang Yudeung, mostrando a unidade entre a tradição e a contemporaneidade. Além das lanternas, estarão expostos os Hanboks. A exposição também conta com a presença do mascote de Jinju, a lontra Hamo, de 3 metros de altura. 

A tradição das lanternas de seda começou no século XII. Os artefatos passaram a ser usados como meio de tática militar e meio de comunicação na 1ª Batalha da Fortaleza de Jinjuseong, durante a Guerra Imjin (1592-1598), entre 3.800 soldados do Exército Suseong (Coreia), que protegiam o castelo, e 20.000 soldados japoneses. Os coreanos usaram a lanterna no Rio Namgang em uma noite escura para avistar os japoneses, impedindo-os de cruzar o rio. Além de tática militar, as lanternas também foram usadas para enviar recados aos familiares fora da fortaleza. Mais tarde, a população da cidade de Jinju começou a lançar lanternas no Rio Namgang para homenagear as almas dos soldados que se sacrificaram, como símbolo de resistência. 

A tradição deu lugar ao Festival Jinju Namgang Yudeung como um evento de destaque na Coreia, que é conhecido internacionalmente e todo ano reúne mais de 2 milhões de pessoas. A festividade foi designada pelo Ministério da Cultura, Esportes e Turismo como o festival representativo da Coreia e ainda foi selecionada como um festival de luxo global de desenvolvimento da Coreia por 5 anos consecutivos.

No final da exposição, os visitantes ganham pulseiras onde escrevem seus desejos para o futuro. As pulseiras são presas em cabos de aço tensionado na entrada do museu. O jovem casal Letícia Martins e Luis Gabriel Gonçalves fizeram os pedidos juntos.

“Aproveitamos para adiantar o programa de dia dos namorados e viemos ao museu. Termos vindo juntos e aprendermos as pulseiras nos deixou mais conectados. Nos emocionamos”, disse Letícia.

A exposição “Luzes da Coreia – Festival de Lanternas de Jinju” tem organização do Centro Cultural Coreano no Brasil e da Prefeitura de Jinju e realização da Scuola di Cultura e de Ana Cláudia Guimarães. O patrocínio é da Prefeitura de Niterói, Neltur (Niterói Empresa de Lazer e Turismo), FAN (Fundação de Arte de Niterói), Embaixada da República da Coreia, Santuário Cristo Redentor, Instituto Redemptor, Hyundai e Ecoponte. Apoio de Casal Garcia.

Serviço

“Luzes da Coreia – Festival de Lanternas de Jinju”
Até 25 de agosto
Local: Museu de Arte Contemporânea – MAC Niterói (Mirante da Boa Viagem, s/nº, Boa Viagem, Niterói – RJ)
Horários: Terça a domingo, das 10h às 18h (entrada até as 17h30)
Preços ingressos: R$16,00 (Inteira); R$8,00 (Meia-entrada)
Gratuidade às quartas-feiras. Gratuidade para quem vai de bicicleta e para moradores de Niterói. Veja mais sobre a política de ingressos aqui: http://culturaniteroi.com.br/macniteroi/visitacao
Ingressos à venda na bilheteria do museu e pelo Sympla: https://site.bileto.sympla.com.br/macniteroi/

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo